Merenda escolar da rede estadual ganha reforço com doação semanal de 15 mil quilos de frutas e verduras

Notícia

foi dada nesta terça-feira (30/7) por secretária Fátima Gavioli durante

solenidade de premiação da merendeira Osmarina Assini, vice-campeã de concurso

do PNAE/FNDE

A merendeira Osmarina Assini, da Escola Estadual

Vereador Antônio Laurindo, em Iporá, recebeu nesta terça-feira (30/7) um cheque

no valor de R$7,5 mil pela conquista do segundo lugar no concurso “Super

Merendeiras”, um reality show promovido em dezembro do ano passado pela TV

Escola e pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) do Fundo Nacional

de Desenvolvimento da Educação (FNDE) do Ministério da Educação (MEC).

Ao receber o prêmio, Osmarina destacou o apoio que

tem recebido da direção da unidade educacional onde trabalha e da Gerência de

Alimentação Escolar da Secretaria de Estado da Educação (Seduc). Apaixonada

pelo que faz, a merendeira destacou que o diferencial do seu trabalho é a

dedicação e o compromisso com seu trabalho.

“O tempero mais importante é o amor. Preparo a

refeição das crianças com o mesmo carinho com que faço a comida da minha

família. Aliás, tenho uma segunda família na escola onde trabalho”, destacou

ela.

Visibilidade

Presente na solenidade, o coordenador de Execução

Financeira da Alimentação do FNDE, Valmo Xavier da Silva, ressaltou que o

reality show foi criado com o intuito de reconhecer a importância das

merendeiras e dar visibilidade a um trabalho que, apesar de muito importante,

passa despercebido no cotidiano da escola.

A secretária de Educação, Fátima Gavioli,

parabenizou Osmarina pela conquista e pela criatividade na elaboração da Torta

de Peixe com Batata Doce, receita que já havia sido premiada outras vezes pelo

Ministério da Educação (MEC) e chamado a atenção de outros Estado para Goiás.

Aos coordenadores regionais presentes na

solenidade, a secretária fez questão de ressaltar a importância da implantação das

hortas orgânicas nas sedes das CREs e nas escolas da rede pública estadual. “Essa

iniciativa não apenas reforça a alimentação dos alunos, garantindo uma merenda

mais saudável e de qualidade, como também incentiva os alunos a levarem essa

ideia para casa”.

Parceria

com Ceasa

Fátima Gavioli também anunciou uma importante

novidade, que foi a assinatura de um termo de parceria com o Banco de Alimentos

da Ceasa de Goiás e com a Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), que garantirá

a oferta semanal de cerca de 15 mil quilos de frutas e verduras à Seduc.

Os alimentos serão encaminhados às escolas

estaduais para serem utilizados na merenda escolar. A secretária de Educação

frisou ainda que as doações servirão, inclusive, para resolver uma antiga

questão, que era a falta de alimentos para servir aos alunos durante o período

de férias.

A solenidade de premiação da merendeira Osmarina

Assini foi realizada no auditório da nova sede da Seduc e contou com as

presenças da gerente de Alimentação Escolar, Fátima Vauldimar, dos 40 coordenadores

regionais de educação, do gerente geral do Banco do Brasil em Goiás, Rui

Barbosa Mesquita; do subsecretário de Governança Institucional da Seduc, Avelar

Viveiros; da assessora da Coordenação Geral do Programa Nacional de Alimentação

Escolar (PNAE), Cineide Neres, entre outras autoridades.

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de Cookies , ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de Cookies , ao continuar navegando, você concorda com estas condições.