Fale Conosco

62 3220-9500

Tags:, ,

Projeto musical apresenta símbolos e tradições da cultura goiana

cultura
7 de janeiro de 2021

“Intervalo Musical” foi financiado pelo Fundo de Arte e Cultura de Goiás, da Secretaria de Estado de Cultura (Secult) e estará disponível para uso em sala de aula. Trabalho reúne interpretações de canções goianas pelos artistas Maria Eugênia e Pádua
 
Com a proposta de promover a musicalização e a vivência cultural aos estudantes goianos, os cantores goianos Maria Eugênia e Pádua criaram o projeto Intervalo Musical. O trabalho, financiado pelo Fundo de Arte e Cultura de Goiás, reúne músicas de compositores goianos que falam sobre as belezas do Estado e as tradições do nosso povo.

Inicialmente, a ideia era realizar apresentações nas escolas do interior do estado, em especial, nas regiões de Faina, Bom Jesus de Goiás e Aruanã. No entanto, em função do avanço da pandemia de Covid-19, o projeto precisou ser adaptado e transformado em um show virtual.

Apesar da necessidade de modificação no projeto, Maria Eugênia conta que a adaptação do “Intervalo Musical” para o formato em vídeo criou possibilidades. Uma delas foi a de unir, em um só material, as canções e os retratos daquilo que estava sendo narrado. Para promover essa junção, a dupla de cantores contou com o talento do VJ goiano Paulinho Pessoa, que desenvolveu as artes que ilustraram o cenário do show. 

Repertório
“Procuramos músicas de autoria goiana, de compositores goianos, com a intenção de mostrar o que é feito aqui”, ressalta Maria Eugênia. Segundo ela, uma das principais preocupações durante a escolha do repertório do projeto foi selecionar canções que, ao mesmo tempo, representassem as tradições goianas e abrissem espaço para demonstrar o trabalho dos artistas locais.

Um outro cuidado tomado na seleção do repertório do “Intervalo Musical” está relacionado às letras das canções. De acordo com Maria Eugênia, “todas as músicas têm o intuito de discutir alguma coisa, de ser um alvo de conhecimento a mais para os alunos”. Um exemplo é a canção “Fronteiras”, que abre o show. Composta por João Caetano e Otávio Daher, a música apresenta as divisas do território goiano, como mostra o trecho abaixo:


“Pelo lado de cima tem o Tocantins/
E do lado direito as Minas Gerais/
Um pedaço da Bahia e nada demais/
Falta o barulho do mar/
Parando de desenhar, Mato Grosso do Sul/
Mato Grosso sem sul”.

De acordo com a cantora, a intenção é que o projeto possa ser aproveitado didaticamente e de forma interdisciplinar pelos professores. “A música brasileira é uma das músicas mais ricas do mundo. É uma riqueza em melodia, em harmonia e em letra, tem letras maravilhosas. E, junto com isso, a gente leva o orgulho da goianidade”, conclui Maria Eugênia.

O show completo, com duração de 54 minutos, está disponível no YouTube