Fale Conosco

62 3220-9500

Tags:, ,

Projeto do Governo de Goiás que cria Bolsa Estudo para os estudantes do Ensino Médio da rede estadual é aprovado na Alego

educacao
16 de novembro de 2021

Auxílio de R$ 100 mensais será repassado a todos os estudantes do Ensino Médio das escolas estaduais com o objetivo de combater a evasão escolar. Serão mais de R$ 500 milhões investidos até 2023. “Nós temos que cuidar das pessoas”, destaca o governador Ronaldo Caiado

Os deputados estaduais aprovaram, na tarde desta terça-feira (16/11), o projeto de lei que institui o Programa Bolsa Estudo. O auxílio é a transferência mensal de R$ 100 a todos os alunos do Ensino Médio da rede pública estadual de ensino. A matéria foi aprovada com 32 votos favoráveis e nenhum contra.

Serão beneficiários do programa todos os estudantes da última etapa da Educação Básica do estado de Goiás, nos anos de 2021, 2022 e 2023. A bolsa será paga exclusivamente nos meses de fevereiro a junho, e de agosto a dezembro. O investimento deve ser superiror R$ 500 milhões.

O Bolsa Estudo, que terá o Gabinete de Políticas Sociais como parceiro no monitoramento e na articulação institucional, contempla cerca de 218 mil estudantes ainda em 2021. O Governo de Goiás prevê que o impacto orçamentário e financeiro estimado do programa será de R$ 21,8 milhões para o exercício de 2021. Já para os anos de 2022 e 2023, o impacto será de R$ 233,2 milhões e R$ 248,6 milhões, respectivamente.

Reconhecimento nacional
Para o superintendente executivo do Instituto Unibanco, Ricardo Henriques, a iniciativa do governador Ronaldo Caiado de criar incentivos para a permanência dos jovens matriculados e frequentes no Ensino Médio das escolas públicas de Goiás merece aplauso e apoio. “O pagamento da Bolsa Estudo neste cenário conturbado pelas crises sanitária e econômica e de intensa redução de renda entre as famílias, principalmente aquelas em vulnerabilidade social, se mostra medida mais do que acertada para minimizar os efeitos da crise e conter a evasão escolar”, afirma o superintendente.

Já o diretor-executivo da Associação Bem Comum, Veveu Arruda, destacou que a ação é uma parte inovadora para combater a evasão e manter a aprendizagem na rede estadual. “Além dessa iniciativo inovadora que o governador Ronaldo Caiado adota, com o investimento de até R$ 1 mil por ano para os estudantes do Ensino Médio, o programa terá um efeito muito positivo para a permanência do estudante na sala de aula e uma permanência com aprendizagem”, celebrou.

Combate à evasão escolar
A Bolsa Estudo consiste em uma política pública de caráter educacional e assistencial, que busca incentivar a aprendizagem e a permanência do estudante em sala de aula. O benefício também está vinculado ao programa Busca Ativa: Acolher para Permanecer, lançado pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc) em outubro. Este programa fortalece as ações de busca ativa da rede estadual e firma parceria com as prefeituras, a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime Goiás) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).