Fale Conosco

62 3220-9500

Tags:, , , , ,

Investimentos do Governo de Goiás ajudam Mineiros a ser a 3ª melhor cidade em Qualidade na Educação do país e a 1ª da região Centro-Oeste

educacao
21 de setembro de 2021

Estudo faz um retrato dos municípios brasileiros que se destacaram em 10 eixos e que oferecem melhor condição de vida a seus habitantes. Cidade goiana é destaque nacional na Educação

O Ranking Connected Smart Cities 2021, que identifica ‘As cidades mais inteligentes do Brasil’, apresenta Mineiros, município no sudoeste de Goiás, em 1º lugar em Qualidade na Educação na região Centro-Oeste e em 3º no país.

O estudo, que avalia cidades com mais de 50 mil habitantes, destaca Mineiros, com 69.477 habitantes (IBGE/2021), em bons indicadores na Educação. Investimentos do governo de Goiás no ensino público estadual alicerçam boa performance da cidade goiana. Dos 12 critérios de avaliação do ranking no Eixo Educação, nove estão relacionados à rede pública estadual de ensino.

No ranking, com nota 6,694, Mineiros alcança a terceira colocação na Educação em nível nacional, ficando atrás apenas de Vitória/ES (6,720) e de São Caetano do Sul/SP (6,703). Na região Centro-Oeste, Mineiros está à frente de Itumbiara/GO (2º), Campo Grande/MS (3º), Goiânia/GO (4º), Dourados/MS (5º), Anápolis/GO (6º), Três Lagoas/MS (7º), Corumbá/MS (8º), Catalão/GO (9º), Rio Verde/GO (10º) e até mesmo da capital federal, Brasília (11º).

Destaques

Entre os entre 677 municípios avaliados em todo o Brasil, Mineiros se destaca, por exemplo, no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb/2019), alcançando nota 5,6 no Ensino Fundamental/Anos Finais (9º ano).

O Ensino Médio no município conta com quase 99% dos seus professores com formação superior, o que reflete na qualidade da Educação ofertada e, também, na taxa de abandono escolar do aluno, que é de apenas 0,30%.

De acordo com a coordenadora regional de Educação de Mineiros, Tamara Trentin, os investimentos em qualificação para os profissionais da Educação contribuem para um bom desempenho. “A oferta de cursos e formações por parte da Seduc (Secretaria de Estado da Educação de Goiás) ajuda a manter os profissionais atualizados, motivados e engajados no processo educacional”, afirma a coordenadora.

Mineiros conta com nove escolas públicas estaduais, sendo que três são centros de Ensino em Período Integral (Cepis). A rede pública estadual da cidade atende 6.160 estudantes, com o trabalho de 291 professores e 136 servidores administrativos.

Tecnologia

Em meio à pandemia do coronavírus, o governo estadual investiu maciçamente em tecnologia, por meio de programas como o Conectar Goiás e Internet Patrocinada. As escolas estaduais em Mineiros receberam equipamentos como computadores, projetores e contratação de Internet, que contribuíram para a participação nas aulas on-line no regime especial de aulas não presenciais e viabilizaram a retomada das atividades presenciais em regime híbrido.

O acesso à Educação é facilitado com as matrículas sendo feitas via Internet. Além disso, os esforços de ‘Busca Ativa’ ajudam a trazer de volta os alunos que se afastam da escola. Esse processo envolve a coordenação regional de Educação e as unidades escolares públicas, com apoio do Ministério Público.

Investimentos

Em Mineiros, o Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), nesta gestão, já investiu nas escolas estaduais cerca de R$ 5 milhões em obras de construção, reforma e ampliação e em compra de equipamentos através dos programas Programa Estadual Dinheiro Direto na Escola (Pró-Escola), Programa Dinheiro Direto na Escola Goiás (PDDE), Reformar e Equipar.

Os benefícios transformam as escolas, com obras estruturais e de adequação, como é o caso das cozinhas, que também recebem câmaras frias, fogões e fornos industriais. A aquisição de equipamentos para aulas do ensino híbrido e a climatização das salas de aula garantem um ambiente de qualidade para os estudos.

Segundo a coordenadora regional de Educação, os recursos do governo possibilitaram que a comunidade escolar de Mineiros realizasse, também, antigos sonhos: A construção da quadra de esportes no Cepi Dom Éric é um desses exemplos, já que a obra estava abandonada desde 2017, lembra Tamara Trentin.

Em investimentos na Educação, Mineiros supera Vitória/ES em relação ao volume per capita (despesa/habitante): R$ 1.320,54 contra R$ 1.082,58.

Atenção primordial

O governo goiano está atento às necessidades dos alunos das escolas da rede pública, com atenção especial ao Transporte Escolar, à Merenda Escolar, à distribuição de kits de materiais escolares, uniformes e tênis para todos os alunos das escolas estaduais, além de cromebooks (computadores tipo notebook) que estão sendo entregues para os estudantes da 3ª série do Ensino Médio de todo o estado.

Com investimentos em salas de Atendimento Educacional Especializado (AEE) e em acesso às tecnologias, o Estado aprimora o trabalho pela inclusão. Como exemplo, numa ação pioneira, os alunos cegos receberam do Estado o avançado dispositivo Orcam MyEye, que faz a leitura de textos e o reconhecimento de pessoas e objetos com descrição por áudio, importantes para o desenvolvimento escolar e para a vida do estudante deficiente visual. “Nossas escolas estão recebendo também os laboratórios de Informática e de Física e Biologia; o que era demanda, hoje é realidade”, destaca a coordenadora regional de Educação.

Marcas históricas

O Governo de Goiás atingiu a marca histórica de R$ 1,7 bilhão de investimentos no setor educacional. Os valores foram aplicados em todos os 246 municípios goianos. Entre 2019 e 2021, o Estado reformou mais de mil unidades escolares, construiu quadras, destinou verbas para compra de equipamentos, distribuiu uniformes, tênis, kits escolares e ampliou os recursos para implantação de laboratórios de tecnologia e robótica.

Conforme tem dito o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, a ampliação de verbas para a Educação é resultado de uma gestão eficiente e que tem responsabilidade para com o dinheiro público. “A educação não é cara. O que é caro é a ignorância”, afirma o governador.

Ronaldo Caiado também tem reiterado que, com os investimentos, espera que os alunos da rede pública estadual de Goiás tenham condições para os estudos e novas oportunidades. “Nosso governo quer dar dignidade e condições aos nossos jovens, por meio da Educação, de serem vencedores. Para que tenham formação, qualificação e condições de chegar ao ensino superior, ao mercado de trabalho e ao sucesso na vida”, afirma o governador.

Sobre o Ranking

De acordo com informações publicadas, o Ranking Connected Smart Cities foi desenvolvido com o objetivo de traçar um retrato dos municípios brasileiros com mais de 50 mil habitantes, segundo estimativa populacional do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) em 2020, com vistas a mapear as cidades com maior potencial de desenvolvimento no país.

Na pesquisa, criada pela Necta e Urban Systems, por meio de uma metodologia própria de ponderação de indicadores, chamada Índice de Qualidade Mercadológica, foram analisadas 677 cidades: 49 com mais de 500 mil habitantes, 277 com 100 mil a 500 mil habitantes e 351 com 50 mil a 100 mil habitantes.

Plano Estadual de Educação
Essa ação atende a meta 21 do Plano Estadual de Educação (PEE)