Fale Conosco

62 32016727

Tags:, , , , , ,

Apoio integral a alunos e professores marca trabalho do Governo de Goiás no enfrentamento da pandemia

estudantes
13 de Maio de 2020

Desde que foram definidas as primeiras ações para o enfrentamento à pandemia do coronavírus em Goiás, como a suspensão das aulas e o distanciamento social, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc), implementa formas de atendimento à Educação Básica pública que mesclam esforços, criatividade, compromisso e muito trabalho, tanto das unidades escolares e das coordenações regionais de Educação (CREs), quanto da Secretaria, por meio de suas diversas superintendências e gerências.

Responsável por meio milhão de alunos, mais de mil unidades escolares, presentes em todos os municípios do Estado, a Seduc se reinventa e realiza um extraordinário trabalho com foco em possibilitar à rede pública estadual de ensino a continuidade do ensino e da aprendizagem aos estudantes do Ensino Fundamental, Médio e da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

É uma tomada de decisões a cada novo dia, um ajuste, um aprimoramento, um trabalho de informação rigoroso e ágil, um acompanhamento minucioso e o contato praticamente diário que têm feito com que as escolas estaduais consigam dar seguimento ao ano letivo no regime especial de aulas não presenciais aprovado pelo Conselho Estadual de Educação de Goiás (CEE) e adotado na rede estadual de ensino durante a pandemia do coronavírus.

Em mais uma web-conferência com os coordenadores regionais de Educação, gestores, professores e servidores das unidades escolares, realizada na última sexta-feira, 08/05, as superintendências de Ensino Médio e de Educação Infantil e Ensino Fundamental da Seduc apresentaram as ações em andamento, fizeram orientações e conversaram sobre como têm sido importante a atuação da rede estadual de ensino, no que foi designada pelas autoridades do Governo Estadual das áreas da saúde, neste tempo de enfrentamento ao coronavírus.

As superintendentes de Ensino Médio, Osvany Gundim, e de Educação Infantil e Ensino Fundamental, Giselle Faria, que participaram da web-conferência destacaram esse compromisso de todos como a forma que tem permitido a continuidade das aulas das escolas estaduais no regime não presencial. De acordo com as superintendentes, um compromisso dos professores e gestores reconhecido pelo governador Ronaldo Caiado e pela secretária de Estado da Educação, Fátima Gavioli, e também, pelos estudantes e suas famílias.

Estruturação
A superintendente de Ensino Médio da Seduc falou da produção de materiais complementares estruturados que tem sido diversificada de forma a ser condizente com os novos estilos de aprendizagem que acontecem por meio de canais remotos. De acordo com Osvany Gundim, a Seduc está conduzindo um ambiente de aprendizagem virtual em que os alunos dão sequência aos estudos e os professores vêm adequando e ajustando ferramentas e mecanismos do ensino.

O material pedagógico, explica a superintendente, é todo preparado com base nas expectativas de aprendizagem do currículo referência de Goiás. Numa primeira fase, foi amplamente disponibilizado para a rede estadual principalmente para apoiar a prática docente e os estudos dos alunos em casa. Agora, esses materiais também estão articulados com as aulas televisionadas do programa Seduc em Ação. A superintendente ressalta que o conjunto de atividades e formas criadas diante dos desafios tem permitido o andamento do processo de ensino e aprendizagem neste ambiente virtual.

Concluintes
No Ensino Médio, última etapa da Educação Básica, o material pedagógico complementar, utilizado pelos professores nas aulas não presenciais é também disponibilizado aos estudantes, por meio de acesso via Internet, no portal NetEscola da Seduc, em forma de listas de exercícios, por exemplo. Essa é uma forma de apoiar o estudante em seus estudos.

Uma atenção especial para alunos da 3ª série do Ensino Médio, que ocorre desde o ano passado por meio de projetos como o Goiás Bem no Enem, com vistas a melhorar a participação desses alunos na entrada da universidade ou no mundo do trabalho, tem contribuído para que o estudante seja estimulado a aprender e a se preparar para seleções como o Exame Nacional de Ensino Médio (Enem). O Enem 2020, mesmo diante das aulas suspensas em todo o país, continua marcado para ser realizado ainda neste ano, inclusive com o período aberto para as inscrições até o dia 22/05.

Protagonismo
Entre as ações voltadas para o Ensino Médio, também foram discutidas a importância do estímulo à participação dos alunos em programas já consolidados como os projetos ‘Parlamento Jovem Brasileiro’ e ‘Jovem Senador’, de promoção do protagonismo juvenil a partir de atividades desenvolvidas na escola.

Durante a web-conferência, Osvany Gundim destacou, também, a realização da Semana Estadual de Orientação Vocacional “Conhecendo as Profissões”, que teve início nesta segunda-feira, 11/05, e segue até o dia 15/05, próxima sexta-feira.

Ainda voltado principalmente para os alunos do Ensino Médio, a superintendente anunciou o ‘Site do Estudante’, criado pela superintendência de Tecnologia, com o apoio da Comunicação Setorial da Seduc, como uma página de interesse dos jovens estudantes sem focar especificamente nos conteúdos das aulas.

Ensino Fundamental
A superintendente de Educação Infantil e Ensino Fundamental da Seduc, Giselle Faria, destacou a ampliação do acesso às aulas não presenciais, aos conteúdos e ao material complementar com a implantação das aulas televisionadas por meio da TV Brasil Central e Rádio Brasil Central AM e FM.

De acordo com ela, todo o material de apoio para os alunos do Ensino Fundamental disponível no portal NetEscola e no programa Seduc em Ação é enviado por e-mail às coordenações regionais de Educação (CREs) com antecedência, possibilitando que os professores e os alunos aproveitem ainda mais quando são apresentados no portal e na TV.

Além de uma prévia das aulas a serem apresentadas, a antecipação dos conteúdos auxilia no planejamento semanal dos professores. A superintendente falou, também, que o material complementar para as aulas de Artes foi preparado pelo Centro de Estudos e Pesquisa Ciranda da Arte, da Seduc, e já está disponível no portal NetEscola.

Vínculo
Para além da apresentação das ações e da participação ao vivo dos coordenadores e gestores, professores e servidores, a modalidade de web-conferências tem facilitado o contato entre a Secretaria e as CREs e unidades escolares, favorecendo, sobretudo, respostas rápidas aos questionamentos, as discussões para os ajustes, a divulgação de experiências exitosas e o aprimoramento constante do processo de aprendizagem no regime especial de aulas não presenciais.

O destaque é o compromisso de todos e o apoio conjunto, como ressaltaram as superintendentes. Giselle Faria falou do engajamento, comprometimento e a criatividade dos professores que chegam a utilizar conteúdos de séries anteriores para ajudar seu aluno, que tem alguma dificuldade para acompanhar uma ou outra aula. “Estamos comovidos com tanta gente fazendo o possível para que as nossas crianças consigam aprender num momento difícil como o que estamos vivendo”, afirmou.

Osvany Gundim falou do reconhecimento do Governo de Goiás ao empenho da rede estadual nos desafios da implementação e do sucesso das aulas não presenciais e, em nome do governador Ronaldo Caiado e da secretária da Educação, Fátima Gavioli, agradeceu e parabenizou os professores e gestores.

“Esse é um processo que estamos construindo juntos em prol dos nossos estudantes”, afirmou a superintendente, lembrando a força do vínculo entre o aluno e sua escola, seus professores, só possível, neste momento, com o acompanhamento e apoio que poderão impactar de forma decisiva a vida das crianças e jovens, que vivem ainda na Educação Básica, medidas excepcionais e situações novas impostas pela pandemia do coronavírus. “Neste momento tudo que fazemos é feito para preservar a vida e isso é muito importante”, declarou.

Goiânia, 12 de maio de 2020.
Comunicação Setorial da Seduc