Fale Conosco

62 32016727

Tags:

Projeto Estudantes de Atitude será ampliado em 2020

educacao
12 de fevereiro de 2020

A pré-inscrição para a edição deste ano já pode ser feita pelas escolas

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) e da Controladoria Geral do Estado (CGE) anunciou nesta terça-feira, 11/02, a ampliação do Projeto Estudantes de Atitude na edição de 2020. O projeto, que mobilizou com sucesso alunos, professores, servidores e gestores de 105 escolas estaduais de seis coordenações regionais de Educação (CREs), deverá alcançar, neste ano, todas as 40 CREs e 300 escolas da rede pública estadual de ensino. As escolas já podem fazer a sua pré-inscrição por meio do site do projeto, no endereço eletrônico www.estudantesdeatitude.go.gov.br

O pré-lançamento do projeto, que em 2020 também deverá chegar a outros estados, foi feito durante solenidade realizada na sede da Seduc, onde foram homenageados os seis coordenadores participantes e nove professores orientadores considerados destaque em 2019.

Participaram da solenidade, estudantes, professores, servidores e gestores campeões do projeto em 2019, além de coordenadores regionais de Educação, superintendentes da Seduc e servidores da Seduc e da CGE. Também participaram a secretária de estado da Educação, Fátima Gavioli, o secretário-chefe da CGE, Henrique Ziller, a deputada federal, Flávia Morais, coordenadora da bancada goiana no Congresso Nacional e os coordenadores do projeto Estudantes de Atitude, o subcontrolador de Transparência, Controle Social e Ouvidoria da CGE, Diego Ramalho e o ouvidor setorial da Seduc, Joaquim da Trindade Filho, entre outras autoridades.

Homenagens
Na solenidade foram homenageados com a entrega de certificados nove professores orientadores e seis coordenadores regionais de Educação que se destacaram na primeira edição do projeto, realizada em 2019.

Os professores homenageados foram: Leandro Gonçalves, Anderlúcia de Castro e Flávia Meiry, do Colégio Estadual Moysés Pereira Peixoto, da cidade de Anicuns, regional de Trindade. Também, Graziela Mariano, Wander Cardoso e Maria Auzenira, do Colégio Estadual Presidente Artur da Costa e Silva, de Aparecida de Goiânia, regional de Aparecida de Goiânia. E, Geovana Inácio, Saulo José Ramos e Fernanda Gomes, do Colégio Estadual Presidente Castelo Branco, de Inhumas, da regional de Inhumas.

Os coordenadores regionais homenageados foram: Enicléia Cristiana (Goiânia), Núbia Gomes (Aparecida de Goiânia), Celma Aguiar (Trindade), Tonimar Camilo (Inhumas), Márcia Angelina (cidade de Goiás) e Karen Proto (Rio Verde).

Atitude diante da vida
“Esse projeto é maior do que tudo aquilo que nós tínhamos pensado que ele pudesse ser”, disse a secretária da Educação, Fátima Gavioli, ao destacar a importância do Estudantes de Atitude para as escolas, mas, principalmente para os alunos da rede estadual.

De acordo com ela, no projeto o aluno vê como é importante, como ele tem valor e como ele consegue fazer grandes coisas. “Eu falo que o projeto Estudantes de Atitude é muito mais do que ter a atitude de transformar a parte estrutural e a parte física de uma escola, ele deve ter atitude de tomar atitude de fazer parte de alguma coisa na vida. E isso não é fácil. Então ter atitude e levar isso para dentro da escola pode significar salvar vidas”, afirmou a secretária.

Exemplo
“Vai se tornar um programa federal, ser exemplo para o Brasil e que já está dando certo aqui”, disse a deputada federal Flávia Morais, ao falar da importância de o programa ser acompanhado por todos como uma ação de valor.

O secretário-chefe da CGE, Henrique Ziller, destacou o trabalho dos professores.
“Se nós chegarmos, em algum momento, num caos absoluto na gestão pública, que já tem se pronunciado muitas vezes no país, aos poucos os serviços públicos iriam parando. Os últimos que iriam parar de funcionar seriam as escolas, porque os profissionais mais comprometidos no serviço público são os professores”, afirmou.

“O que estamos vendo, a cada momento não é só as mudanças na realidade de uma comunidade, mas das pessoas também. As pessoas se sentem importantes. Esse projeto muda as pessoas e a comunidade para que elas estejam envolvidas de uma tal maneira com o cuidado da coisa pública que não sobra espaço para ninguém utilizar um recurso de maneira inadequada”, afirmou o secretário-chefe.

O projeto
O projeto, do Governo de Goiás, é implementado pela Seduc e pela Controladoria Geral do Estado (CGE), e conta com várias parcerias, como a Saneamento de Goiás (Saneago) e a Organização das Voluntárias de Goiás (OVG).

Dados do Projeto em 2019

• 6 Coordenações Regionais
• 25 municípios
• 105 escolas estaduais
• 127 professores capacitados
• 269 professores ao todo
• 5.376 alunos envolvidos

• Auditoria Cívica: 101/105 – 13.806 checklists
• Tarefa Especial ( olho no óleo): 71/105 – 14.500 litros
• Missão Especial: 59/105 – 4.830 alunos
• Desafio: 68/105
• Voluntários avaliadores: 69
• Prêmio escola: R$ 95 mil
• Prêmio aluno: 80 alunos – 40/escola
• Projeto 2020/2022: R$ 7 milhões