Tags:, , ,

Prêmio Professores do Brasil recebe inscrições até o dia 31/05

educacao
13 de maio de 2019

Professora da rede estadual goiana, Maria de Fátima Farias, embarca para o Canadá, no próximo dia 22, em viagem que conquistou como uma das vencedoras da edição passada do Prêmio Professores do Brasil

Em evento nesta semana em uma escola estadual de Aparecida de Goiânia, a secretária de estado da Educação de Goiás, Fátima Gavioli, conclamou a rede pública estadual de ensino a partilhar seus projetos exitosos. “Muitos professores estão fazendo coisas maravilhosas nas escolas e isso precisa ser divulgado e compartilhado com nossos colegas”, disse ela, falando da importância da participação dos alunos, professores e das escolas em prêmios, concursos e olimpíadas, por exemplo, que divulguem as suas ações de sucesso como forma de estímulo e motivação.

Para a secretária Fátima Gavioli, o Prêmio Professores do Brasil, que já está em sua 12ª edição, representa um reconhecimento louvável sobre os projetos pedagógicos que contribuem para melhorar o ensino e a aprendizagem. “Essa iniciativa do MEC é uma das mais importantes da área no país no sentido de valorizar e reconhecer o papel dos educadores”, destaca, incentivando os professores da rede pública a participarem do prêmio. A 12ª edição do Prêmio Professores do Brasil, lançado em abril, em Brasília, tem o apoio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e receberá as inscrições até o dia 31 de maio.

Como participar
O regulamento está no site (Clique aqui) As inscrições devem ser acompanhadas de um relato sobre a prática pedagógica desenvolvida em sala de aula tanto em 2018 quanto em 2019, desde que os resultados sejam comprovados.

A premiação total será de R$ 278 mil, distribuídos entre as fases estadual, regional e nacional. Na etapa estadual serão premiados 486 educadores, na regional será indicado um vencedor de cada região brasileira por categoria (30 indicações) e na nacional seis educadores, um por categoria, receberão prêmios.

Os seis vencedores nacionais e seus coordenadores pedagógicos também ganharão uma viagem. Também serão premiados trabalhos em cinco temáticas especiais: Esporte como Estratégia de Aprendizagem; Uso de Tecnologias de Informação e Comunicação no Processo de Inovação Educacional; Educação Empreendedora; Criação e Produção de Linguagens de Mídia por Professores e Estudantes no Ensino Fundamental e Médio; e Aprendizagem Criativa.

Nossa vencedora
Vencedora nas etapas estadual e regional na categoria Ensino Médio, a professora Maria de Fátima Farias, do Centro de Ensino em Período Integral (Cepi) Professor Pedro Gomes, de Goiânia, destacou Goiás na etapa nacional do 11º Prêmio Professores do Brasil, no ano passado, com o projeto ‘Formação Superior e Carreira Profissional’.

Além de sua participação na cerimônia final do concurso, realizada em novembro, no Rio de Janeiro, Maria de Fátima conquistou o prêmio de R$ 7 mil, um troféu e uma placa comemorativa para sua escola. E. agora, no dia 22 de maio próximo, juntamente com os demais 29 finalistas, embarca para o Canadá, numa viagem de missão de estudos, também como parte da sua premiação.

Professora efetiva da rede pública estadual desde 2010, Maria de Fátima é mestre em Química e está no Cepi Pedro Gomes desde 2017, ano de início de seu vitorioso projeto. Nesta escola, ela leciona para turmas do Ensino Fundamental e do Médio.

A educadora conta que o objetivo do projeto ‘Formação Superior e Carreira Profissional’ foi proporcionar aos alunos do Ensino Médio a possibilidade de conhecer melhor as diferentes profissões e as perspectivas de cada carreira. Para isso foram realizadas palestras com a participação de profissionais de diversas áreas.

“Uma coisa que me chamou a atenção, quando cheguei à escola, foi que mais de 90% dos alunos demonstrava interesse em seguir profissões marcadas pelo status, como Medicina, Direito ou Engenharia e poucos eram aqueles que pensavam nas áreas de Pedagogia ou de Licenciaturas. Mas, na verdade, percebi que poucos tinham conhecimento real sobre os cursos desejados e foi aí que surgiu a ideia do projeto”, conta a professora.

Sua dedicação, esforços e trabalho mudaram a visão de mundo de muitos alunos da rede pública de Goiás. “Queremos que exemplos como esse da nossa premiada professora Maria de Fátima sejam exemplos para t0da a Educação em Goiás”, afirma a secretária da Educação, Fátima Gavioli.

Goiânia, 10 de maio de 2019.
Comunicação Setorial da Seduc