Fale Conosco

62 32016727

Tags:, , , ,

Governo de Goiás vai distribuir kits de alimentação para 530 mil estudantes

educacao
17 de julho de 2020

Auxílio Alimentação, que era destinado somente a estudantes cadastrados no Bolsa Família, será substituído pela entrega de kits de alimentação a todos os alunos da rede estadual, a partir de agosto

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), irá distribuir, a partir de agosto, kis de alimentação para todos os estudantes da rede pública estadual de ensino. Os kits contêm oito itens de alimentação: arroz, feijão, óleo, macarrão, extrato de tomate, fubá, cuscuz e leite em pó.

Os kits estão sendo adquiridos por meio de processo licitatório, com recursos federais do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), e serão distribuídos mensalmente nas escolas. Essa medida visa garantir a segurança nutricional dos estudantes, diante da suspensão das aulas presenciais devido à pandemia, que causou a interrupção do serviço de merenda escolar.

Auxílio Alimentação

A entrega de kits também vai substituir o programa de Auxílio Alimentação, que repassou para as famílias cadastradas no programa Bolsa Família, entre abril e julho deste ano, sete parcelas de R$ 75,00 por aluno da rede estadual.

A sétima e última parcela do auxílio, referente à última quinzena de junho, foi depositada na quinta-feira (16/7), e estará disponível para saque a partir de segunda-feira (20/7), conforme calendário de pagamentos do Bolsa Família.

Confira aqui a lista de beneficiados: Clicando Aqui

Atendimento a todos

Segundo a superintendente de Organização e Atendimento Educacional da Seduc, Patrícia Coutinho, a mudança permite que mais pessoas sejam atendidas: “Quando a gente deixa de pegar esse auxílio e passa a entregar os kits, a gente beneficia todos os estudantes da rede, não só os mais carentes”, argumenta Patrícia.

A rede estadual de ensino possui cerca de 530 mil alunos, dentre os quais 109 mil se enquadravam nos critérios do Auxílio Alimentação.  Para receber o benefício, era necessário que o estudante fosse cadastrado no programa Bolsa Família, do governo federal.

Com a possibilidade de retorno às aulas presenciais no mês de agosto, de forma escalonada, as escolas também vão retomar o serviço de merenda escolar para os alunos que comparecerem à unidade.

Cestas básicas

Além do pagamento do Auxílio Alimentação, as escolas estaduais entregaram mais de 75 mil cestas básicas, entre março e abril, para as famílias mais carentes da comunidade escolar. As unidades montaram as cestas com alimentos já adquiridos para merenda e também com a compra de novos produtos, utilizando o saldo restante das escolas para alimentação escolar.