Tags:, ,

Governador entrega 13,5 mil novas carteiras escolares à Seduc

educacao
18 de março de 2019

Novo material foi apresentado durante abertura do Encontro dos Coordenadores Regionais da Educação, na manhã desta segunda-feira

O governador Ronaldo Caiado fez a entrega de 13.543 novas carteiras escolares à Secretaria de Estado da Educação (Seduc), durante a abertura do Encontro dos Coordenadores Regionais da Educação, na manhã desta segunda-feira (18/3), no Auditório do Instituto de Educação de Goiás. Na oportunidade o governador ressaltou que a educação é prioridade da gestão e que estava honrado em poder entregar mais de 13 mil carteiras de qualidade para os alunos do Estado. “Nós vamos trabalhar diuturnamente para dar qualidade no ensino e promover a valorização da educação em Goiás”, ressaltou.

O chamado “kit aluno” é um conjunto de mobiliário composto por mesa com porta-canetas e porta-livros e cadeira individual. A aquisição vai atender as unidades escolares que ainda não foram contempladas em sua totalidade com o mobiliário de sala de aula ou para reposição dos materiais inadequados ou desgastados pelo uso e pelo tempo, além de atender o aumento do número de alunos matriculados na rede estadual. Os kits serão entregues a escolas da Capital e mais 22 municípios e suas regionais (Anápolis, Aparecida de Goiânia, Campos Belos, Goiás, Itapuranga, Itumbiara, Jussara, Luziânia, Minaçu, Mineiros, Morrinhos, Palmeiras, Piracanjuba, Pires do Rio, Planaltina, Posse, Quirinópolis, Rio Verde, Rubiataba, São Luís de Montes Belos, Silvânia e Trindade).

Na oportunidade, a secretária de Estado da Educação, Fátima Gavioli, destacou que os coordenadores regionais devem trabalhar com empenho para dar resposta à sociedade através de ações com o objetivo de fazer com que os alunos saibam o mínimo do conteúdo previsto em seu currículo. “Estamos cientes e conscientes de que a Educação em Goiás precisa e vai avançar em todos os sentidos nestes próximos quatro anos. Esta é uma reunião de trabalho e tenho certeza de que os coordenadores e diretores sairão daqui de uma forma diferente da que entraram.” Fátima ressaltou ainda que todos os que foram convidados a trabalhar na pasta serão constantemente avaliados para apresentação de trabalhos, metas e resultados.

O encontro

O evento, que vai até quarta-feira (20), reúne Coordenadores Regionais da Educação (CREs), além de integrantes das equipes administrativa (DNAs) e pedagógica (DNPs) de cada CRE. Ao longo do encontro, a equipe de superintendentes da Seduc vai apresentar a cada um os resultados da rede, a fim de traçar estratégias e metas para a Educação no ano de 2019.

Na manhã desta segunda-feira foi realizada palestra com o consultor do Instituto Unibanco, Gustavo Henriques, sobre Gestão para Resultados no Princípio de Corresponsabilidade. À tarde, a diretora do Caed/Universidade de Juiz de Fora, Lina Kátia, apresenta os dados da educação em Goiás.

Nesta terça (19) e quarta-feira (20), os diretores de núcleo administrativo vão passar por formação com a área de gestão de pessoas e administração e finanças da Seduc. A finalidade é que seja garantido um atendimento melhor e mais eficiente à comunidade escolar. Os diretores de núcleo pedagógico e coordenadores passarão, ainda, por outro tipo de formação em parceria com o Instituto Unibanco.  

Segurança

O governador Ronaldo Caiado anunciou que a secretária Fátima Gavioli, antes mesmo do atentado em Suzano (São Paulo), elaborou um protocolo de segurança par antecipar situações semelhantes em Goiás. Para tanto, pediu para que os professores estejam sempre inteirados do que acontece na escola para denunciar às Polícias Civil e Militar em caso de desconfiança em relação a comportamentos suspeitos. “Atualmente vemos um cenário em que as pessoas acham que têm o controle da escola, que podem afrontar o professor. Por isso eu peço, nos ajudem nesse combate”, disse.

Caiado disse ainda que é preciso que pais e responsáveis estejam envolvidos no ambiente escolar para evitar situações críticas como as que ocorreram. “Vamos envolver os familiares no nosso processo educacional, isto é fundamental. Se precisamos de apoio psicológico nas escolas, vamos buscar e inserir. Não podemos deixar que isso que está acontecendo no mundo todo se vulgarize e nossas escolas se tornem centro de barbáries como as que estamos assistindo”, destacou.

Integração

O governador Ronaldo Caiado destacou que o governo do Estado pretende trabalhar pela educação com sintonia cada vez maior com os municípios, para que o setor funcione bem de maneira global. “Pedimos, inclusive, o envio de pedido de projeto à Assembleia Legislativa que permita uma integração maior entre as redes municipais e a estadual, com o objetivo de melhorar a qualidade da educação no Estado”, disse.

Por fim, Caiado destacou que confia que essa integração resulte em frutos positivos da educação em Goiás. “Eu não imponho ninguém tutela político-partidária, imponho respeito e dedicação total à educação. O principal é que vocês estejam lecionando bem e que tenhamos resultados. Muitas crianças saem do ensino fundamental e não têm condições de entrar no ensino médio, não podemos cancelar a matrícula dele ou maquiar resultados só para o Ideb ser bom. Temos que ser realistas e trabalhar em conjunto para melhorar os índices”.

Para tanto, o governador pediu, ainda, empenho para ajudar no desenvolvimento do aluno para que, ao final do ciclo escolar, ele saia capaz. “Não se pode ficar reclamando que o aluno chegou ao ensino médio, por exemplo, sem domínio dos conteúdos, mas temos que buscar saídas para que ele aprenda. Temos que trabalhar em conjunto para melhorar os índices e a qualidade do ensino em todos os níveis”, encerrou.