Fale Conosco

62 32016727

Tags:, , , , , , , , ,

Goiás envia grupo de alunos em busca de novas medalhas nos Jogos Escolares da Juventude 2019

educacao
25 de novembro de 2019

Estudantes-atletas participam das modalidades de ginástica rítmica, tênis de mesa, vôlei de praia, ciclismo, xadrez e natação na maior competição esportiva estudantil do País

O terceiro e último grupo de alunos-atletas goianos que participam dos Jogos Escolares da Juventude partiu hoje (25/11) para as disputas de ginástica rítmica, tênis de mesa, vôlei de praia, ciclismo, xadrez e natação na Etapa Nacional dos jogos, disputada em Blumenau (SC), até o próximo sábado (30/11).

Antes de viajarem, os competidores foram recepcionados na Secretaria de Estado da Educação (Seduc) pelo superintendente de Desporto Educacional, Arte e Educação, Maurício Roriz, que afirmou ter boas expectativas de que a delegação traga novas medalhas para Goiás.

Na oportunidade, Maurício Roriz ressaltou o “brilhantismo e inovação” da ginástica rítmica goiana, que, pela segunda vez, vai para a fase nacional dos jogos. Uma das duas representantes da modalidade na delegação de Goiás é a aluna Daianny Brenda Martins dos Santos, 15 anos, que faz o 1º ano do Ensino Médio no Colégio Estadual Assis Chateaubriand, em Goiânia.  Na saída da Seduc, Daianny, que pratica a modalidade há quatro anos, destacou o alto nível das competidoras nacionais, mas afirmou estar confiante para “cravar bem a série” e conseguir sua nota mais alta.

Provas de natação

Na natação, Goiás leva uma equipe com experiência em competições nacionais e regionais. Michael Yusef Morais, do Colégio Teo, vai para sua quinta e última participação nos Jogos da Juventude. Aos 17 anos, o estudante-atleta disputará as provas de 100 e de 200 metros livres, além dos 100 metros borboleta, com a experiência de já ter participado da final do revezamento 4 x 50 metros nos jogos de 2017.

Como treinamento para a competição deste ano, o jovem participou recentemente do Campeonato Brasileiro Interclubes Júnior de Natação, realizado pela Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) no Rio de Janeiro, em novembro.

Michael começou no esporte praticando judô. Nesta modalidade, chegou a ficar em 4º lugar no Brasileiro sub-12, mas uma lesão no joelho o levou a procurar a natação, como forma de tratamento e recuperação. Ao final, gostou tanto que resolveu seguir carreira na nova modalidade, atividade que pretende conciliar com a faculdade de  Engenharia de Software, que cursará no ano que vem.

Outro representante da natação é Luiz Eduardo de Jesus, do Colégio Estadual da Política Militar de Goiás (CEPMGO) Arlindo Costa, de Anápolis. Ele disputará as provas de 50 metros nado livre, 50 metros borboleta e 50 metros costas. Em 2018, o atleta bateu o recorde goiano dessas três provas na categoria juvenil 1 e está entre os oito melhores do Brasil nestas provas em sua categoria.

Luiz Eduardo também já tem uma participação nos Jogos Escolares da Juventude,  em 2017. Disputou, ainda, competições nacionais como forma de treinamento para os Jogos da Juventude, como o Troféu Chico Piscina Internacional, realizado este ano em São Paulo.

Tênis de mesa

Seis mesatenistas, nas categorias infantil e juvenil, integram a delegação goiana em Blumenau.  Ao partirem da Seduc nesta segunda-feira (25/11), as expectativas dos novatos se misturavam às dos atletas-estudantes que estão no fim do Ensino Médio e, portanto, no limite da idade para participação nos jogos.

Iasmin Rodrigues Iwamoto, 14 anos, do Colégio Estadual da Política Militar de Goiás (CEPMGO) Vasco dos Reis, em Goiânia, é uma estreante na competição e na modalidade, mas já obteve êxitos importantes: é campeã da categoria infantil na 4ª Etapa da Copa Goiana de Tênis de Mesa, realizada este mês em Goiânia, e ocupa o 1º lugar no ranking estadual da categoria.

A estudante começou a praticar o esporte há um ano e meio, durante um torneio da escola, e tomou gosto pela modalidade. Este ano, ela já se destacou  também em competições nacionais e regionais, como o Intercolonial Brasileiro de Tênis de Mesa, realizado em janeiro, em Brasília, e a Liga Oeste Paulista, em Dracena, São Paulo. “Minha expectativa para os Jogos Escolares é passar da fase de grupos, pois o nível das competidoras é bastante elevado”, disse.

Entre os homens, Guilherme Mortari, do Colégio Estadual Jaci Albercio Viana, de Aparecida de Goiânia, é um dos mais experientes da equipe. Aos 17 anos, é 1º lugar invicto no ranking goiano da categoria juvenil. Este ano,  também ficou em 2º lugar no individual e 3º por equipe na Copa das Confederações de Tênis de Mesa. Foi ainda 3º lugar no Torneio Interestadual e Internacional de Campo Grande (MS). O atleta, que pretende estudar Educação Física e seguir carreira no esporte como professor, diz esperar uma boa participação nos jogos de Blumenau.

Demais modalidades

O vôlei de praia tem uma dupla feminina e uma masculina que representam Goiás na categoria juvenil. Elas são do Colégio Meta Brasil, de Goiânia. A dupla masculina é formada por Guilherme Silva de Sousa e Matheus Dias, ambos de 17 anos. Já a equipe feminina tem como representantes as alunas-atletas Kamille Pereira de Souza, de 17 anos, e Júlia Vieira Barroso, de 16.

As duas duplas treinam juntas há um ano e Guilherme já tem experiência nos Jogos Escolares com o vôlei de quadra. “Por ser o último ano, a expectativa é jogar com garra e força  para pegar um lugar no pódio”, almeja.

No ciclismo, serão três competidores de Goiás. Destaque para as provas de resistência, com o estreante na competição Angel Henrique Juraci da Conceição, de 14 anos, que disputará a categoria infanto, e para João Batista do Nascimento Neto, 16 anos, do Colégio Estadual da Polícia Militar de Goiás (CEPMG) Manoel Vilaverde, de Inhumas. Ele é campeão goiano juvenil na prova contrarrelógio e vice-campeão estadual da prova de resistência. “Eu espero o melhor, mas não conheço os competidores”, disse o estudante, afirmando ser difícil fazer projeções sobre seu desempenho.

Medalhistas goianos

Alunos de Goiás já conquistaram cinco medalhas nesta edição dos jogos. Max Gabriel França Magalhães de Almeida, do Colégio Estadual da Polícia Militar de Goiás (CEPMG) José Silva Oliveira, de Goianira, é o destaque até o momento, com duas medalhas de ouro – uma na categoria peso-pesado (de 66 a 73 Kg) da luta olímpica e outra no Wrestling estilo greco-romano categoria infanto.

No atletismo, Francisco Joaquim de Oliveira Filho, do Colégio Estadual Rui Barbosa, de Rialma, foi prata na categoria infanto do salto em distância. Pelo judô, foram dois bronzes – um na categoria juvenil, com Gabriel Alves Macedo, do Colégio Caio José Elias de Azevedo, de Águas Lindas, e outro conquistado por Mariana Muniz Machado, do Colégio Sagrados Corações, de Formosa. Ela ficou em terceiro na categoria infanto feminino superligeiro (até 28 kg).  

Ao falar sobre a competição e a participação dos estudantes-atletas goianos, o superintende Maurício Roriz destacou o empenho do Governo de Goiás no apoio aos jovens. “Quero agradecer o apoio incondicional da secretária de Educação, Fátima Gavioli, do governador Ronaldo Caiado, da primeira-dama de Goiás, Gracinha Caiado, e de toda equipe da Seduc, que possibilitaram a participação dos atletas-alunos de Goiás na maior vitrine do esporte estudantil da América do Sul”, afirmou.

Jogos da Juventude

Os Jogos Escolares da Juventude são disputados por estudantes de 12 a 14 anos e de 15 a 17 anos de escolas públicas e privadas de todo o Brasil, que competem em 14 modalidades. A competição é promovida pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) desde 2005. Treinadores e coordenadores de categorias de base de 12 confederações estão em Blumenau e 17 profissionais se dedicam à tarefa de ‘olheiros’, com o objetivo de identificar jovens talentos para compor as categorias de base do esporte brasileiro.