Fale Conosco

62 32016727

Tags:, , , , , ,

Estudantes partem para disputas de atletismo, badminton e futsal nos Jogos Escolares

educacao
20 de novembro de 2019

Promovida pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB), competição é realizada em Blumenau (SC), entre os dias 16 e 30 de novembro

Uma delegação de 62 estudantes goianos partiu hoje (20/11) para Blumenau (SC), onde irá disputar as modalidades de atletismo, badminton e futsal na Etapa Nacional dos Jogos Escolares da Juventude. Assim como os outros estudantes-atletas da rede, que estão na cidade competindo no judô, na luta olímpica e no handebol, o grupo também se reuniu na Secretaria de Estado da Educação (Seduc) antes de seguir para Santa Catarina.

Entre os competidores do atletismo estava o estudante Gabriel Douglas Durans Araújo, 15 anos, do Colégio Estadual Plínio Jaime, de Anápolis. Ele, que é bicampeão dos Jogos Escolares na prova dos 1.000 metros, este ano disputará os 400 e 800 metros, com grande chance de conquistar medalha.

Gabriel pratica atletismo há cinco anos e já é federado, tendo ficado em 3º lugar nos 250 metros do Brasileiro de Atletismo sub-16, disputado este ano em Fortaleza. Nesta prova, o estudante também representou o Brasil no Sul-Americano Escolar de 2017 e 2018, classificando-se, respectivamente, em 4º e 5º lugar na competição.

Expectativa

Apesar da mudança de prova para os Jogos da Juventude 2019, Gabriel diz que se preparou bastante, inclusive com a disputa do Brasileiro sub-18 dos 400 metros, no mês passado, em Porto Alegre. Na ocasião, ele ficou em 5º lugar. “Mudou muito o meu treino, mas, por ser a última competição do ano, estou mais focado, com uma expectativa boa e confiante”, afirmou.

Entre as mulheres, as provas de 400 e 800 metros também serão disputadas pela aluna Lindsey Hanlet, do Colégio Estadual da Polícia Militar de Goiás (CEPMGO) Nader Alves dos Santos, de Aparecida de Goiânia. Nos 800, ela já obteve um êxito – em 2018, foi medalha de bronze nos Jogos Escolares. Há dois anos praticando a modalidade, que começou na escola e levou adiante por meio de um projeto social que seleciona jovens atletas nas escolas públicas, Lindsey espera baixar seu tempo e evoluir como competidora ao interagir com atletas de outros estados. “E quem sabe conquistar uma medalha”, complementa.

A melhora no desempenho também é uma expectativa compartilhada por Bárbara Rodrigues, de 17 anos. Aluna do 3º ano do Ensino Médio do Centro de Ensino em Período Integral (Cepi) Professor Waldemar Lopes do Amaral Brito, em Porangatu, ela competirá nos 800 e 3.000 metros – nesta última prova, também foi bronze nos Jogos da Juventude do ano passado.

Atualmente, Bárbara é 9º lugar no ranking nacional juvenil, além de liderar o ranking goiano sub-17 dos 3.000 metros, com a segunda colocação no Centro-Oeste. “O atletismo foi uma forma de me encontrar no esporte. Eu nunca tinha praticado nenhuma modalidade e achava que não tinha talento algum. Mas meu treinador acreditou em mim, me incentivou e eu treinei muito para me sobressair”, diz Bárbara, que pretende seguir carreira esportiva na modalidade e ser atleta do Exército Brasileiro.

Badminton

Ainda nas modalidades individuais, viajaram para Blumenau seis estudantes-atletas de Anápolis e de Jataí que irão competir no badminton. Entre eles, dois já podem ser considerados veteranos nos jogos. Isadora Katrine Silva Medeiros, do Colégio Estadual David Ferreira, e Breno Augusto Souza Monteiro, do Colégio Estadual da Polícia Militar de Goiás (CEPMGO) Nestório Ribeiro, ambos de Jataí, participam da competição há cinco anos.

No ano passado, Breno, de 17 anos, ganhou a medalha de prata na dupla masculina, formada com um estudante do Paraná. No limite da idade para os jogos, ele espera se despedir bem da competição. “Muitos dos meus adversários já estouraram a idade, então tenho uma boa expectativa nesse meu último ano”, afirmou.

Destaque da luta olímpica

Alunos de Goiás já conquistaram três medalhas nesta edição dos jogos. Max Gabriel França Magalhães de Almeida, do Colégio Estadual da Polícia Militar de Goiás (CEPMG) José Silva Oliveira, de Goianira, é o grande destaque até o momento, com duas medalhas de ouro – uma na categoria peso-pesado (de 66 a 73 Kg) da luta olímpica e outra no Wrestling estilo greco-romano categoria infanto.

Já Mariana Muniz Machado, do Colégio Sagrados Corações, de Formosa, ganhou bronze no judô, na categoria infanto feminino superligeiro (até 28 kg).  

No próximo dia 25 de novembro, segue para Blumenau o último grupo de competidores goianos. Ele é formado por 41 participantes, que disputarão as modalidades de ginástica rítmica, tênis de mesa, vôlei de praia, xadrez e natação.

Jogos da Juventude

Promovidos pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) desde 2005, os Jogos Escolares da Juventude envolvem estudantes de 12 a 14 anos e de 15 a 17 anos de escolas públicas e privadas de todo o Brasil, que competem em 14 modalidades.

A competição é uma vitrine para jovens atletas. Este ano, segundo o COB, treinadores e coordenadores de categorias de base de 12 confederações estão em Blumenau e 17 profissionais se dedicam à tarefa de ‘olheiros’, com o objetivo de identificar jovens talentos para compor as categorias de base do esporte brasileiro.