Fale Conosco

62 32014050

Tags:, , , , ,

Cooperação para a melhoria da infraestrutura de escolas estaduais reúne o Tribunal de Justiça, a Seduc e a Casa Civil

educacao
9 de julho de 2019

A secretária da Educação de Goiás, Fátima Gavioli, e o secretário de Estado da Casa Civil, Anderson Máximo, se reuniram nesta terça-feira, 09/07, com o presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, desembargador Walter Carlos Lemes, na sede do Tribunal, em Goiânia. A possibilidade de utilização de recursos provenientes de atos ilícitos recuperados pelo poder judiciário na melhoria da infraestrutura das escolas da rede pública estadual de ensino foi o assunto tratado e deve nortear nova reunião nos próximos dias.

Fátima Gavioli disse ao presidente do Tribunal de Justiça que tem buscado a ajuda e o apoio dos diferentes entes, nas diferentes esferas, principalmente em decorrência da urgência e gravidade dos pleitos da Educação pública em Goiás. De acordo com a secretária, os investimentos em infraestrutura nas escolas estaduais consistem em um dos maiores desafios da atual gestão. “Enquanto, por exemplo, precisamos fazer melhorias em prédios das escolas de Caldas Novas, no Entorno do Distrito Federal a construção de salas, a reforma e a readequação dos prédios escolares é de extrema necessidade”, afirmou Fátima Gavioli, referindo-se ao chamado 4º Turno implantado há 10 anos nas escolas dos municípios do Entorno.   

O secretário da Casa Civil, Anderson Máximo, falou ao desembargador sobre um termo de cooperação firmado entre o Tribunal de Justiça e o Governo de Goiás, por meio da Secretaria da Educação, no ano passado, com o objetivo de que os recursos oriundos de atos ilícitos recuperados em ações no Tribunal de Justiça possam ser canalizados para investimentos na construção e reforma de escolas estaduais. Sobre este Termo, uma nova reunião, que deverá contar também com a participação de outros órgãos como o Ministério Público, por meio do CAO Educação, a Controladoria Geral do Estado (CGE) e a Procuradoria Geral do Estado (PGE), será marcada e deverá ocorrer já na próxima semana.

Para o desembargador Walter Carlos a união de esforços em prol da Educação é importante e o referido termo de cooperação, que é da gestão passada, será analisado com vistas à sua retomada e implementação. Também participaram da reunião, superintendentes e técnicos da Seduc.  

Goiânia, 09 de julho de 2019.

Comunicação Setorial da Seduc