Fale Conosco

62 32016727

Tags:, , , ,

Conheça as oficinas do Canto da Primavera 2017

cultura
20 de setembro de 2017

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Oficinas Emac UFG

Dias 28 e 29 de setembro
Local: UEG

Horário: 8h às 12h30

 

Oficina de percussão

No conteúdo programático da oficina, está a apresentação e discussão dos instrumentos de banda sinfônica, orquestra, teclados e grupos de percussão, rodas de samba, escola de samba, prática de grupo de percussão e outros.

Ministrante: Fabio Oliveira

Natural de Brasília, Fabio é um solista de percussão e regente com uma vasta gama de experiências profissionais: de orquestra e música de câmara à improvisação, música popular e tradicional, tendo tocado e regido concertos e gravações por todo Brasil, Américas, Europa e Ásia. Desde 1996, atua como músico convidado de diversas orquestras ao redor do Brasil e, em dezembro de 2017, fará uma apresentação com a Orquestra Filarmônica de Goiás.

 

Oficina de Voz, música e cena

A oficina vai apresentar diversas técnicas, como respiração para o canto, emissão vocal, aquecimento e desaquecimento vocal, valorização da palavra, prosódia e saúde vocal. Também, a oficina vai trabalhar o aprendizado e interpretação de repertório levado por cada aluno, ensaios individuais e um ensaio com duas ou três vozes com coreografia.

Ministrantes: Vanessa Bertolini, Ângela Barra e Carlos H. Costa

Pianista e regente, Carlos H. Costa atua como artista e professor. Atualmente, é professor de Regência e Piano da  EMAC/UFG. É mestre em regência pela Universidade da Georgia e doutor em piano pela mesma universidade. Como pianista, solista e camerista tem se apresentado nos Estados Unidos, Itália, Portugal  e Brasil.

Vanessa Bertolini, maestrina e cantora lítica, é mestre pela UFG em Performance Musical, além de lecionar canto popular e erudito. Trabalha como professora de Voz falada e Voz Cantada há mais de 20 anos. É voluntária na ONG GAN (Grupo Arte Nascente),  se apresentando com Teatro, Música e Dança, em diversos segmentos da sociedade,  prevenindo jovens e crianças contra drogas, aborto e suicídio.

Ângela Barra começou aos dezesseis anos na música popular. É mestre em Artes e doutora em Música pela Indiana University. É detentora de diversos prêmios em concursos de nível nacional e internacional. Apresentou-se sob a regência de renomados maestros. Compositores brasileiros e estrangeiros a escolheram para apresentar suas composições e lhe dedicaram canções.

 

Oficina Instrumentos de Corda: Violino e Viola

A oficina é destinados ao desenvolvimento de conhecimento e competência ligadas a prática do instrumento musical por meio de atividades variadas que visam a formação global em nível básico, intermediário e avançado, onde os alunos terão a oportunidade de aprimorar a prática de aspectos técnico-idiomáticos do instrumento através de métodos e repertório. O objetivo é oferecer ferramentas para o desenvolvimento progressivo dos mecanismos técnicos e interpretativos, auxiliando os alunos a adquirirem capacidade de estudar de forma metódica e eficiente. Também, pretende-se auxiliar os alunos a desenvolverem suas capacidades de expressão musical, assim com o conhecimento do repertório e métodos para violino, viola ou violoncelo, abrangendo obras dos diversos períodos históricos, estéticos e estilísticos. Este trabalho será realizado respeitando o nível individual técnico-musical de cada aluno, bem como o conteúdo (repertório e métodos) que cada estudante apresentará nas oficinas para apreciação do professor.

Ministrante: Luciano Pontes e David Gadner

Luciano é bacharel em Música, com habilitação em Violino, e mestre em Música pela EMAC-UFG. Atualmente cursa o doutorado em Performances Culturais pela UFG. Venceu os principais concursos de música no Brasil.

David Gardner formou-se em Londres na Trinty College of Music  e é mestre em Pedagogia Musical pela Universidade de Reading, Inglaterra. Possui uma extensa carreira como solista e músico de câmara no Reino Unido e no Brasil.

 

 

Oficina de Música Antiga

Apresentação de conceitos e práticas da performance historicamente informada, enfocando a pesquisa de tratados antigos, instrumentos réplicas de originais da idade média, renascença e barroco. No primeiro momento, a oficina será realizada de forma a demonstrar a prática dos principais conceitos de execução e performance de músicas e sua relação com outras artes do período, e, em segundo momento será realizado uma masterclass para estudantes de música.

Ministrantes: Profa. Ms Cristiane Carvalho (EMAC/UFG), profa. Dra. Beatriz Pavan e prof. Jeferson Leite

Jeferson Leite é radicado em Goiânia. Tem atuado na cena local como solista, trabalhando com diversos grupos. Com uma linguagem que não foge do referencial sertanejo, executa clássicos do xote, baião, arrasta pé e samba. Teve sua iniciação musical com viola clássica, estudando nos métodos da música erudita, depois adaptando para a rabeca, instrumento que tem estudado e pesquisado desde 2002, com a ajuda dos professores Gilmar de Carvalho e Lourdes Macena, e com o contato com mestres da cultura popular.

É autor das video-aulas “Toques de Rabeca” e do livro “Fazenda do Moinho”. Saiba mais: https://www.jefersonleite.com/o-rabequeiro

Cristiane é mestre em Performance e professora da UFG. É bacharel em Música – Instrumento Antigo pela Unesp. Formada pelo Conservatório Dramático e Musical Dr. Carlos de Campos – Tatuí/SP, atuou em conjuntos de repertório historicamente informado tanto quanto em bandas sinfônicas. Em 2011, participou como coordenadora e saxofonista em show para o Fundo de Bolsas do Projeto Guri com o músico e compositor João Donato.

Atuou como professora de flauta doce e música de câmara no Conservatório Dramático e Musical Dr. Carlos de Campos de Tatuí no período de 1999 a 2007, sendo então convidada a integrar a equipe técnica pedagógica da Associação Amigos do Projeto Guri até o ano de 2013 na função de Assessora Artística. Integra atualmente o grupo Grupo Uccelli que desde sua formação já tendo apresentado em significativos eventos.

 

Intérprete, palestrante e professora do Centro Cultural Gustav Ritter.  Tecladista da Orquestra Filarmônica de Goiás (até 2014). Tecladista da Orquestra Sinfônica de Goiânia. Professora de piano na Universidade de Brasília – UNB (2013-2014). Doutora em Práticas Interpretativas, instrumento cravo pela UNICAMP, sob a orientação do Professor Dr. Edmundo Hora. Mestre em Performance Musical, pela Universidade Federal de Goiás. Também cursou Licenciatura em Música, Bacharelado em Piano e Especialização em Performance Musical nesta mesma instituição.

 

 

Oficina Vivenciando a Musicoterapia

Essa oficina tem como objetivo compreender a importância da música na vida do homem e suas repercussões nos aspectos físicos, cognitivos e emocionais, através de uma visão geral da história, da prática clínica e atividades práticas que envolvem experiências musicais. Na programação, estão conteúdos como conceito de música, criatividade, música e neurociência, musicoterapia, prática clínica, áreas de atuação e mais. O público-alvo são pessoas com idade igual ou superior a 16 anos. Não necessita de conhecimentos musicais prévios

Ministrante: Tereza Raquel Alcântara-Silva

Tereza é licenciada em Música, bacharel em Piano e em Musicoterapia, mestre em Música pelo Programa de Pós-Graduação (PPG) em Música e doutora pelo PPG Ciências da Saúde – Faculdade de Medicina, todos pela Universidade Federal de Goiás. Autora de várias publicações nas áreas de música, musicoterapia e neurociência, com ênfase em cognição e, convidada para palestras em eventos científicos, principalmente nas áreas de música e neurologia.

 

 

2ª semana

Local: UEG

Dias 5 e 6, das 8h às 12h30

 

 

Oficina de Bateria Musical em Vários Estilos

As aulas serão voltadas para o aprimoramento da bateria, musicalmente, tecnicamente e profissionalmente.

Musicalmente: abrangendo tempo, swing, repertório, melodia, forma e improvisação em diferentes estilos rítmicos, entre eles: Brasileiros, Latinos, Africanos e Americanos.

Tecnicamente: falando da mente, das mãos e dos pés, separadamente e com todos interligados por meio de rudimentos e manulações.

Profissionalmente: simulando situações em que nos encontramos como profissional, tocando com banda ou com playback, com click ou sem, em um show com palco grande ou em um barzinho, tocando música Instrumental ou com Cantores, só acompanhando ou também com solos livres ou na forma.

Com uma entrega total ao instrumento, a música e a todos que participarem, a evolução musical como um todo será o ponto principal das aulas.

Ministrante: Cuca Teixeira

Filho de músicos, Cuca teve contato com a música, bateria e com grandes músicos desde sua infância, que o levaram naturalmente a tornar-se músico profissional aos 15 anos de idade, tocando na noite de São Paulo. Desde então, se apresenta em shows, gravações, workshops e projetos de vários artistas, tais como: Celso Pixinga, Arthur Maia, Sizão Machado, Raul de Souza, Hermeto Pascoal, Bocato, Lee Konitz, George Benson e muitos outros. Tornou-se músico profissional aos 15 anos de idade, tocando na noite de São Paulo. Desde então se apresenta em shows, gravações, workshops e projetos de vários artistas. Como Sideman, fez parte integral das Bandas das cantoras Maria Rita, Marina Lima e Paula Lima. Atuando em Shows pelos principais palcos do Brasil e do mundo, também com vários  registros em CDS e em DVDS.

Em 2014, em comemoração aos seus 25 anos de carreira, Cuca Teixeira lança o seu primeiro CD solo, intitulado “Cuca Teixeira”. Cuca Teixeira é endorsee: Pratos Sabian, Baterias Gretsch, Peles Evans, Baquetas Pro-Mark e Latin Percussion.

 

 

Oficina de Musicalização infantil – Educação Musical nas Séries Iniciais

Local: a definir

O público alvo dessa oficina são alunos da educação infantil e Ensino Fundamental. O objetivo é oferecer contato com instrumentos musicais, permitindo a apreciação e descoberta de novos talentos. A capacitação musical e desenvolvimento pessoal e pedagógico, através de aulas de música instrumental, vocal e musicalização infantil.

A oficina será realizada durante o Canto da Primavera 2017 mediante uma organização direcionada ao objetivo de musicalizar e permitir aos participantes o contato direto com a arte musical.

Ministrante: Júlia Holanda

Júlia é professora de Musicalização Infantil, com experiência na área de Artes, com ênfase em Artes e Educação Musical. Trabalha com Capacitação de Professores na área de educação musical. Ministra cursos de Capacitação em Musicalização Infantil e Música para Bebês para educadores de todo o país.

 

Oficina de Baixo

Com grande experiência em gravações e shows, Marcelo ministra workshops e master class focado em pratica de conjunto, onde pode avaliar, exemplificar e experimentar todas os tipos de situações musicais, tanto nos palcos, como em estúdios de gravação. A oficina traz tópicos como experiência em palco, sound check, monitoração, postura de palco, gravação, leitura – atenção ao arranjo, relacionamento e respeito profissional e administração executiva.

Ministrante: Marcelo Mariano

O baixista Marcelo Mariano nasceu em São Paulo, SP em setembro de 1967. Filho do pianista e arranjador Cesar Camargo Mariano e da cantora Marisa Gata Mansa, sempre conviveu com músicos, compositores e cantores, tendo a oportunidade de fundamentar suas escolhas músicais ouvindo o que havia de melhor e mais importante no âmbito nacional e internacional. Muito cedo revelou sua extrema musicalidade e sua crescente admiração pelo instrumento que o consagraria como um dos mais importantes baixistas do Brasil. Aos 14 anos, começou sua carreira, acompanhando sua mãe, a cantora Marisa Gata Mansa. Era o início de uma carreira de vitórias para um músico autodidata, brilhante, amigo, admirado e querido nos meios musicais. Como músico instrumentista, gravou e acompanhou shows de vários artistas: Cesar Camargo Mariano, Dianne Reves, Djavan, Ed Motta,Fabiana Cozza, Flávio Venturini, Gal Costa, Ivete Sangalo, entre outros. Atualmente, está na turnê 2017 “ Vidas pra Contar “ do cantor e compositor Djavan.

 

 

Workshop de Percussão

Tema: Percuteria/ Timbres e Improvisação

Conteudo: Percepcão músical, independencia ritmica, improvisação.

Este workshop tem como objetivo, espírito de grupo, criatividade e o que cada um deseja expressar através da música, mostrando aos participantes a riqueza dos timbres e sons do Brasil, com instrumentos  originais da cultura popular brasileira e também experimentais, feito com matérias recicláveis.

Ministrante: Marco Lobo

O percussionista baiano pode ser definido como um instrumentista singular. Suas performances têm vigor, graça e sempre algo inusitado para aguçar os sentidos de quem o assiste. Precisão, criatividade e emoção são marcas do seu trabalho, em sets de percussão que unem instrumentos tradicionais a inúmeros outros, numa busca incessante por timbres e sons experimentais.

 

Oficina de Voz

Em seu programa, a oficina traz conteúdos como fisiologia da voz (como ela é produzida). Este ponto é um diferencial em relação à maioria dos cursos/oficinas de voz, pois para melhor compreendermos como o som é produzido pelo nosso aparelho fonador, devemos ter uma mínima noção das estruturas da laringe e do seu funcionamento. Isto será feito através de vídeos e ilustrações. Os participantes também aprenderão exercícios de relaxamento, postura correta, exercícios respiratórios, vocalizes,relação entre voz e corpo, higiene vocal, estudo e classificação da vogais e consoantes, canto propriamente dito em grupo e individual e desaquecimento vocal.

Ministrante: Paula Santoro

Paula é uma das maiores intérpretes de sua geração. Está lançando um novo álbum em parceria com o compositor Ian Faquini – gravado nos EUA – “Metal na Madeira” (Ridgeway) , com a participação de grandes músicos convidados. Paula já ganhou diversos prêmios, e além de seu trabalho solo, tem colaborado com outros artistas.

 

Oficina de Piano

O curso tem como objetivo um aprofundamento no estudo do piano popular, dando ênfase aos aspectos práticos de harmonia, improvisação e técnica. O conteúdo será abrangente, incluindo vários estilos e maneiras de abordagem do instrumento.

Em seu conteúdo, traz o estudo das funções harmônicas, dos “voicings” e suas aplicações (baixo e acordes, mão esquerda, 2 mãos, quartais, TES, etc), progressões, percepção harmônica e rearmonização. Na parte da improvisação, a relação melodia-harmonia, aplicação das escalas e modos no improviso, assim como o aspecto rítmico na improvisação, com o uso de exemplos e práticas em vários ritmos e estilos musicais. Com relação à técnica, será enfatizado o estudo da independência, com exercícios específicos criados especialmente para o curso, abordando também a polirritmia aplicada ao piano.

Ministrante: Rafael Vernet

Pianista com formação clássica e começou seus estudos em Bagé (RS), onde nasceu. Na década de 80, já morando em Porto Alegre (RS), acompanhou vários artistas gaúchos. Em 87, mudou-se para o Rio de Janeiro. Rafael tem sido um dos mais prestigiados músicos de sua geração. Participou de inúmeros shows, turnês e gravações ao lado de reconhecidos cantores e instrumentistas. Para citar alguns: Hermeto Pascoal, Toninho Horta, Paulinho da Viola, Chico Buarque, Ed Motta, Mônica Salmaso, Zé Renato, Joyce Moreno, Lô Borges, Flavio Venturini, Adriana Calcanhoto, Paula Santoro, Mariene de Castro, Chico Pinheiro, Leo Gandelman, entre muitos outros. Participou de turnês ao redor do mundo tocando em importantes clubes e festivais de jazz de vários países, tais como: Montreux Jazz Festival (Suíça), North Sea Jazz Festival (Holanda), Jazz Festival de Vitória (Espanha), JVC Jazz Festival (França), Glasgow Internacional Jazz Festival (Escócia), Roma Jazz Festival, Bradford Festival (Inglaterra) e ainda em clubes de jazz dos EUA e no circuito Blue Note do Japão. É também Produtor Musical e Arranjador e mantém um trabalho próprio voltado para a música instrumental, além de dar aulas e oficinas por todo o Brasil.

 

Oficina de Sopros – Sax e Flauta

Nessa oficina, serão dados esclarecimentos sobre a arte musical e a carreira profissional. O conteúdo aborda fisiologia – postura, respiração e uso do diafragma – e técnicas instrumentais como embocadura e sonoridade, prática técnica do ponto de vista do instrumento, exercícios técnicos com escalas visando a destreza do aluno, interpretação em naipes e solos e leitura musical. Na parte de harmonia funcional, a oficina fala sobre Noções Harmônicas, Escalas, Formação dos Acordes, Análise dos acordes e Campo Harmônico. A oficina também traz a parte dedicada à improvisação, com análise e prática.

Ministrante: Widor Santiago

Tendo iniciado seus estudos musicais aos 7 anos de idade, tornou-se ao longo,  expoente na arte de tocar saxofone, desenvolvendo uma brilhante e expressiva carreira no Brasil e no exterior. Desta forma, tem participado de inúmeras gravações, apresentações ao lado de outros  artistas por  não menos de cinquenta paises.

No “cast” de Widor, podemos encontrar sua participação em cd’s e shows dentre os  mais variados nomes de artistas  brasileiros como: Milton Nascimento, Djavan, Cazuza, João Bosco, Emilio Santiago, Caetano Veloso, Alfredo Dias Gomes  etc…  Internacionais como: Flora Purim, Airto Moreira, Dave Weckel, Delmare Brown, Lary Coreal, Mike Stern, Giovanne Hidalgo, Frank Gambale, Dionne Warwick, Billy Cobham, David Liebman etc…foi também contemplado como acompanhante no Grammy Latino de melhor canção  ano 2003 música Tristesse gravada por Milton Nascimento. Widor nasceu em 1961 na cidade de Anápolis Go. Reside no Rio de Janeiro desde 1983,  morou em Los Angeles, Nova Yorque e Miami durante 3 anos e meio, onde se destacou em inúmeras apresentações por todo circuito jazzistico mundial. Sendo ele um dos mais renomados saxofonistas brasileiros, tem sido também convidado à participar de inúmeras trilhas e variados trabalhos musicais para Rede Globo de televisão. Também tem participado como orientador de oficinas, workshops, palestras, por todo circuito nacional.

Definição sobre o artista: Com maturidade e inspiração, vigoroso e vibrante som, este músico destaca-se  por sua fraseologia melódica e contemporânea. Sempre buscando as melhores notas que dão verdadeiro sentido à improvisação.

 

Inscrições para as oficinas do Canto da Primavera 2017: http://cantodaprimavera.seduce.go.gov.br/