Fale Conosco

62 3220-9500

Como funcionam as escolas de tempo integral da rede estadual de Goiás?

Atualizada em setembro de 2021
Cepi Donato Coutinho de Abreu - escola padrão século XXI de Goiás

Cepi Donato Coutinho de Abreu – escola padrão século XXI de Goiás


A escola de tempo integral tem jornada diária de 9 ou 7 horas, dependendo do modelo adotado pela unidade. Durante o dia, são servidas três refeições e os estudantes participam de aulas diversificadas e atividades práticas. Muito mais do que passar o dia todo na escola, a escola de tempo integral de Goiás visa o desenvolvimento integral do estudante, em todas as suas dimensões: intelectual, física, emocional, social e cultural. E com mais tempo disponível na escola, é possível trabalhar a educação integral de forma mais aprofundada.

A educação em tempo integral começou a ser implementada na rede pública estadual de ensino de Goiás em 2006, inicialmente nas escolas de Ensino Fundamental. No Ensino Médio, a ampliação do tempo de permanência na escola teve início em 2013, quando 15 unidades se adequaram ao Programa Novo Futuro.

Quantas escolas de tempo integral existem na rede estadual de Goiás?

Hoje, há 164 escolas de tempo integral na rede pública estadual de Goiás, chamadas de Centro de Ensino em Período Integral (Cepi). Confira a lista de Cepis de Ensino Fundamental e de Ensino Médio neste link.

O Plano Nacional de Educação e o Plano Estadual de Educação estabelecem a meta de, até 2024, oferecer educação em tempo integral em, no mínimo, 50% das escolas públicas e atender, pelo menos, 25% dos alunos da Educação Básica.

10 motivos para estudar em um Cepi

  1. Alimentação: na escola de tempo integral com jornada de 9 horas diárias, são servidas três refeições durante o dia (café da manhã, o almoço e lanche da tarde). Isso garante a segurança nutricional dos estudantes e favorece a inclusão social de pessoas de baixa renda na educação de tempo integral.

  2. Formação integral: o modelo de ensino em tempo integral não consiste apenas em passar mais tempo na escola. O foco do Cepi é desenvolver todas as dimensões do estudante: intelectual, física, emocional, social e cultural. E com mais tempo disponível na escola, é possível trabalhar a educação integral de forma mais aprofundada.

  3. Melhores resultados educacionais: as escolas de tempo integral apresentam resultados melhores no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), principal indicador de qualidade da educação básica no Brasil. Com mais tempo na escola, os estudantes de Cepis apresentam maiores taxas de aprovação, melhor desempenho em Língua Portuguesa e Matemática e mais chance de ingressar no Ensino Superior.

  4. Atividades práticas: além das aulas teóricas, o aluno do Cepi participa de projetos científicos, clubes juvenis e práticas experimentais em laboratórios de ciências. Na matriz curricular, o estudante possui duas aulas por semana de Práticas Experimentais, no Ensino Fundamental e Médio, e duas aulas de Iniciação Científica no Ensino Fundamental.

  5. Maior escolha do estudante: o currículo da escola em tempo integral não contém somente matérias obrigatórias e comuns a todos os estudantes. A matriz inclui, além dos componentes do Núcleo Comum, disciplinas optativas chamadas eletivas, que são escolhidas pelo estudante de acordo com seus interesses. As eletivas são planejadas pelos professores do Cepi, com base no perfil dos estudantes, e podem abordar diversos temas, como robótica, moda, gastronomia, artes, literatura, saúde, empreendedorismo e muito mais. São quatro aulas de eletiva por semana no Ensino Fundamental e duas por semana no Ensino Médio.

  6. Preparação para o futuro: o estudante de Ensino Médio em tempo integral participa de aulas de Preparação Pós-Médio, que oferta conteúdos interdisciplinares com foco no Enem e também orienta os estudantes sobre mercado de trabalho, ingresso no Ensino Superior, cursos técnicos, empreendedorismo e carreira militar. Esse componente possui duas aulas por semana na 1ª e 2ª série do Ensino Médio e quatro aulas na 3ª série.

  7. Preparação para a vida: nas aulas de Projeto de Vida, o estudante é ensinado a reconhecer seus sonhos e aptidões, estabelecer suas metas e planejar seu futuro acadêmico-profissional. O projeto de vida é o eixo central de todo o ensino na escola de tempo integral e dá nome a um componente curricular que tem duas aulas por semana na 1ª e 2ª série do Ensino Médio.

  8. Tutoria: no início do ano letivo, o estudante escolhe um professor para ser seu tutor, que vai acompanhar seus estudos ao longo do ano e auxiliá-lo na elaboração e desenvolvimento do seu Projeto de Vida. Não há um horário exclusivo para a tutoria na matriz curricular, por isso o professor e aluno podem marcar encontros conforme a disponibilidade e necessidade dos dois, antes ou após as aulas.

  9. Protagonismo juvenil: na escola de tempo integral, o estudante é visto como protagonista de sua vida, agente ativo no processo educacional e parte da solução para problemas da sociedade. Além de ser um princípio presente em todas as atividades do Cepi, o protagonismo juvenil possui um componente curricular próprio, com duas aulas por semana.

  10. Aprender a aprender: o estudante de Cepi tem aulas de Estudo Orientado para aprender a estudar, organizar sua rotina de estudos e assimilar métodos de aprendizagem. Os alunos também passam por avaliações semanais com objetivo de diagnosticar o rendimento dos estudantes. Há quatro aulas por semana de Estudo Orientado no Ensino Fundamental e Médio.

Perguntas e Respostas sobre as escolas de tempo integral

1 – O que é uma escola de tempo integral?

A escola de tempo integral tem jornada diária de 9 ou 7 horas, dependendo do modelo adotado pela unidade. Durante o dia, são servidas três refeições e os estudantes participam de aulas diversificadas e atividades práticas voltadas para o desenvolvimento integral do estudante (nas dimensões intelectual, física, emocional, social e cultural).

2 – Qual é horário de aula na escola de tempo integral?

Na escola de tempo integral de 9 horas diárias, as aulas vão das 7h30 às 17h30. Já na escola de tempo integral de 7 horas, há dois turnos: um das 7 às 14 horas, e outro das 14 às 21 horas.

3 – O que é ensinado em um Cepi? Qual é a matriz curricular da escola de tempo integral?

A matriz curricular de um Cepi é composta por componentes do Núcleo Comum (Língua Portuguesa, Arte, Educação Física, Inglês, Matemática, Física, Química, Biologia, História, Geografia, Filosofia, Sociologia e Ensino Religioso) e do Núcleo Diversificado (Práticas Experimentais, Preparação Pós-Médio, Estudo Orientado, Projeto de Vida, Protagonismo Juvenil, Eletivas e Iniciação Científica). Confira a matriz curricular do Ensino Fundamental Anos Finais e do Ensino Médio abaixo:

Matriz Curricular Ensino Fundamental Anos Finais - Tempo Integral

Matriz Curricular do Ensino Médio em tempo integral na rede estadual de Goiás

Nas escolas de tempo integral de 9 horas, os estudantes recebem três refeições (café da manhã, almoço e lanche). Já nas escolas de tempo integral de 7 horas, são servidas duas refeições  (café da manhã e almoço ou lanche e jantar).

5 – Há diferença entre os calendários da escola de tempo integral e da escola de tempo parcial?

Não. O calendário do ano letivo segue o mesmo das escolas com turmas padrão. 

6 – Como se matricular?

As matrículas para escolas de tempo integral da rede pública estadual podem ser feitas durante o ano todo, se houver vagas remanescentes na unidade. No período de matrículas anual, entre dezembro e janeiro, as solicitações de vagas são realizadas por meio do site www.matricula.go.gov.br.

7 – Os resultados educacionais das escolas de tempo integral são melhores?

De acordo com o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), principal indicador da qualidade da educação no Brasil, os estudantes de escolas de tempo integral apresentam maiores taxas de aprovação e melhor desempenho em Língua Portuguesa e Matemática. Eles também tem maior chance de ingressar no Ensino Superior, segundo uma pesquisa do Instituto Sonho Grande.

8 – Há alguma legislação que regulamenta a educação em tempo integral em Goiás?

Sim, a lei nº 20.917, que institui o Programa de Educação Plena e Integral na rede estadual de ensino. Clique aqui para ler as diretrizes pedagógicas da escola de tempo integral da rede estadual de Goiás.

Encontre a escola de tempo integral mais perto de você