Fale Conosco

62 3220-9500

Tags:, ,

Obras no Colégio Olynto avançam e melhoram unidade escolar em Rio Verde

educacao
25 de fevereiro de 2021

O Colégio Estadual Olynto Pereira de Castro atende 1,2 mil alunos e responde por três extensões do Programa GoiásTec– Cabeceira Alta, Vale do Rio Doce e Monte Alegre

Das 247 obras do Governo de Goiás em andamento na área da Educação, uma delas se destaca em Rio Verde, no sudoeste do Estado. Por meio do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE/Goiás), o Colégio Estadual Olynto Pereira de Castro recebeu quase R$ 330 mil, que estão sendo investidos na sua reforma e ampliação. As obras contemplam também a instalação do primeiro elevador em escolas públicas no município.

Para Mire Buzain, gestora do Olynto, os investimentos do governo goiano na Educação mostram o cuidado com o setor, “que tem no governador Ronaldo Caiado e na professora Fátima Gavioli (secretária de Estado da Educação) seus defensores e entusiastas”.

Mire ressalta que a instalação pioneira do elevador na sua escola é um exemplo da preocupação do governo estadual e Secretaria de Estado da Educação (Seduc Goiás) em qualificar ainda mais as condições para o ensino. “Temos cerca de 90 pessoas, entre alunos e professores, que precisam dessa acessibilidade”, explica.

A gestora afirma investir o recurso liberado com reformas de ótima qualidade, como acontece na cozinha do colégio, que recebe o revestimento de porcelanato em suas paredes e pias de mármore, “para higienizar melhor e durar”.

Alguns serviços já estão concluídos, entre os quais a pintura de toda a área construída da escola. As salas de aulas receberam um tratamento especial e estão prontinhas para a volta dos alunos, quando as aulas presenciais retornarem – ainda sem previsão. Mas, agora mesmo, com a aplicação da Avaliação Diagnóstica de Goiás, os estudantes do Olynto puderam ver e sentir a diferença do ambiente.

O Colégio Estadual Olynto Pereira de Castro conta com 1,2 mil alunos matriculados e responde por três extensões do Programa Goiás Tec de Mediação Tecnológica – Cabeceira Alta, Vale do Rio Doce e Monte Alegre.

Plano Estadual de Educação
Essa ação atende a meta 21 do Plano Estadual de Educação (PEE)